BEDA #14 : Quero ler tudo | Chimamanda Ngozi Adichie


Uma nova rubrica aqui no blog, onde vou falar de autores que me fizeram apaixonar por sua escrita e por isso quero ler toda a sua obra. E não podia começar da melhor forma! Com Chimamanda Ngozi Adichie uma autora nigeriana, reconhecida como uma das mais importantes jovens autoras africanas que está a levar literatura africana aos quatro cantos do mundo.

A autora nasceu em Enugu, na Nigéria, a quinta de seis filhos de uma família Igbo. Estudou medicina e farmácia na Universidade da Nigéria por um ano e meio. Aos dezanove anos, Chimamanda . para os Estados Unidos para estudar comunicação na Universidade Drexel, na Filadélfia, durante dois anos, e depois prosseguiu para obter um diploma em comunicação e ciências políticas na Eastern Connecticut State University. Tem um mestrado em escrita criativa na universidade de Johns Hopkins, e recebeu o título de Master of Arts em Estudos Africanos pela Universidade de Yale. Chimamanda era uma companheira Hodder na universidade de Princeton, durante o ano académico 2005-2006, e ganhou um MA em estudos africanos da universidade de Yale em 2008. E ela foi a primeira mulher a ser Chefe da Administração da Universidade da Nigéria.


O QUE ESCREVEU: 
Chimamanda começou por escreveu poemas que foram publicados, em 1997,  numa coletânea com o título Decisions e, em 1998, escreveu uma peça , For Love of Biafra
Escreveu o seu primeiro romance, Purple Hibiscus (em Portugal, A Cor de Hibisco) em 2003, que recebeu grande aclamação da crítica, e foi indicado para o Orange Prize para Ficção, em 2004, e acabou por receber o Prémio Commonwealth Writers como Melhor Primeiro Livro, em 2005. 

Seu segundo romance, Half off a Yellow Sun (em Portugal, Meio Sol Amarelo), que se passa antes e durante a Guerra de Biafra, foi premiado com o Orange Prize de 2007 para Ficção. Half off a Yellow Sun acabou por ser adaptado para filme com o mesmo título, em 2014, dirigido por Biyi Bandele. O terceiro livro da autora, The Thing Around Your Neck (em Portugal, A Coisa à volta do teu pescoço) publicado em 2009, é um livro de contos. 

Em 2010, Chimamanda entrou na lista dos 20 autores de ficção mais influentes com menos de 40 anos. Em 2013, a autora publicou seu terceiro romance, Americanah (em Portugal tem o mesmo título). Este livro foi selecionado pelo New York Times como um dos 10 Melhores Livros de 2013. 

Chimamanda falou sobre O Perigo das Histórias Únicas no TED em 2009. Em março de 2012, a autora realizou a palestra Conectando Culturas no evento Commonwealth Lecture 2012 at the Guildhall, em Londres. E no mesmo ano realizou ainda a palestra feminista no TEDxEuston, intitulada Todos nós deveríamos ser feministas. Este discurso foi incorporado, em 2013, na música "Flawless" da Beyoncé.

″Eu estou com raiva. A construção de gênero do modo como funciona atualmente é uma grave injustiça. Todos nós deveríamos estar com raiva. Esse sentimento, a raiva, é importante historicamente para as transformações sociais positivas, mas além de estar com raiva eu também estou esperançosa porque eu acredito profundamente na habilidade dos humanos de se reinventarem e se tornarem melhores".

Este discurso tão bem conhecido, onde a autora compartilha sua experiência de ser uma feminista africana, e sua visão sobre construção de género e sexualidade, foi publicado em 2014 com o mesmo título, We Should All Be Feminists.


A autora ainda publicou alguns contos no jornal The New Yorker: Checking Out (2013), Apollo (2015), The Arrangements: A work of Fiction (2016). 

Este ano, a autora publicou Dead Ijeawele, or A Feminist Manifesto un Fifteen Suggestions, que é uma carta que escreveu a uma amiga a dar algumas sugestões para educar crianças feministas. 

O QUE EU JÁ LI: 
O meu primeiro contacto com a autora foi com o seu livro de contos, A Coisa à volta do teu pescoço. Ficou logo a gostar da escrita da autora. No início deste ano decidi ler We Should All Be FeministsDead Ijeawele, or A Feminist Manifesto un Fifteen Suggestions, ficando rendida à escrita e pensamentos da autora. Ainda não li quase nada da autora, mas é algo que quero mudar este ano. Pretendo ainda ler este ano Purple HibiscusHalf off a Yellow Sun

Já leram algum livro da autora? Querem ler? Digam nos comentários. 

Boas leituras!



2 comentários :

  1. Tenho de ler esse último livro dela "como educar crianças feministas".

    ResponderEliminar